greves-de-hollywood

Como as greves de Hollywood afetaram a corrida ao Oscar

A história do Oscar é repleta de exemplos onde eventos externos impactaram fortemente o resultado da premiação. E assim, as greves de Hollywood em 2023 certamente terão um lugar reservado nos livros de história. Durante grande parte de 2023, a indústria do entretenimento se viu refém das paralisações. As mesmas foram promovidas pelo Sindicato dos Roteiristas (WGA) e pelo Sindicato dos Atores, Atrizes e Artistas (SAG-AFTRA).

Ambos os sindicatos conquistaram avanços significativos em seus contratos. Porém, as rusgas entre executivos e estrelas durante as negociações criaram um clima de tensão com consequências para o Oscar. A incerteza e as restrições impostas pelas greves tiveram efeitos devastadores, atrapalhando campanhas e criando uma situação na qual alguns filmes se beneficiaram em detrimento de outros.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

Greves de Hollywood

A greve dos roteiristas iniciou em 2 de maio, com os atores se juntando em 14 de julho. Enquanto os roteiristas conseguiram um acordo em 27 de setembro, o SAG-AFTRA só encerrou sua paralisação em 9 de novembro.

Uma das táticas mais efetivas empregadas pelo SAG-AFTRA foi um total apagão na imprensa. Em suma, nenhum ator trabalhando para uma produtora na lista de greves poderia participar de eventos publicitários. Isso criou uma enorme desvantagem para filmes com grandes elencos, como “Barbie” e “Oppenheimer”.

Oportunidades para os Independentes

O bloqueio imposto a grandes produções, abriu espaço para filmes menores lançados por produtoras independentes. Ou seja, aquelas que não são filiadas à Aliança dos Produtores de Filmes e Televisão (o grupo que conduz as negociações com os sindicatos).

A A24, maior potência do cinema independente, pôde promover filmes como “Priscilla” de Sofia Coppola, e as sensações “Past Lives” e “The Zone of Interest”. Não à toa, a A24 foi a única produtora com dois filmes indicados à categoria de Melhor Filme.

A Neon, principal concorrente da A24, também aproveitou a greve para alavancar o longa “Anatomy of a Fall”, que possibilitou perfis elogiosos da estrela Sandra Hüller na mídia, algo impensável para muitas de suas concorrentes.

Os Prejuízos do Fim do Ano

Os filmes que estreiam no final do ano foram os mais prejudicados pelas paralisações. Produções como “The Holdovers”, “Maestro” de Bradley Cooper e “American Fiction” tiveram seus lançamentos ofuscados, justamente quando tentavam ganhar visibilidade.

Quando a greve terminou, as estratégias de campanha tiveram que ser reajustadas, focando em aparições públicas e premiações importantes como o Globo de Ouro e o Critics Choice Awards. No entanto, a necessidade de controlar gastos, tanto dos estúdios tradicionais como das plataformas de streaming, limitou os orçamentos para o marketing das produções.

E os Favoritos?

Felizmente para “Barbie” e “Oppenheimer”, ambos tiveram estreias bombásticas no verão americano, o que manteve o interesse do público mesmo durante a greve, permitindo que entrassem de volta na disputa assim que os atores puderam promover seus filmes.

As greves de Hollywood em 2023 reescreveram o roteiro da temporada de premiações, prejudicando alguns e beneficiando outros. Essa batalha fora das telas é um capítulo fascinante na história do Oscar, mostrando como eventos do mundo real estão inextricavelmente conectados à arte do cinema.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".