Tommy Lee Jones

Tommy Lee Jones como Hobbs: Como essa Escolha de Elenco Teria Mudado Velozes e Furiosos

Dwayne Johnson e Vin Diesel se tornaram inimigos devido às más escolhas do elenco de Velozes e Furiosos. Saiba mais.

O universo de Velozes e Furiosos é conhecido por seu elenco icônico e expansivo, mas nem tudo são flores. Uma das disputas mais marcantes entre os membros do elenco envolveu Vin Diesel e Dwayne ‘The Rock’ Johnson. No entanto, essa briga poderia ter sido evitada se a escolha de elenco para os filmes da franquia tivesse sido diferente.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

A Origem da Rivalidade Diesel e Johnson

briga-velozes-e-furiosos
Imagem: Universal Pictures | Edição: Minha Série Favorita

A rixa entre Vin Diesel e Dwayne Johnson começou em 2016. Johnson entrou para o elenco de Velozes e Furiosos em 2011, no quinto filme da franquia, e desde então interpretou o caçador de recompensas Luke Hobbs em diversos filmes.

Em 2016, Johnson fez um post no Instagram que criticava membros do elenco da franquia, e muitos acreditaram que ele estava mirando especificamente em Diesel. Posteriormente, em outro post, Johnson agradeceu alguns colegas de elenco de Velozes e Furiosos pelo nome, deixando Vin Diesel de fora.

Tommy Lee Jones: O Hobbs Original

Surpreendentemente, o papel de Dwayne Johnson em Velozes e Furiosos foi inicialmente escrito pensando no lendário ator de Hollywood, Tommy Lee Jones. Jones é conhecido por seus papéis em filmes como “Onde os Fracos Não Têm Vez”, “Homens de Preto” e “O Fugitivo”.

A princípio, o personagem Luke Hobbs foi concebido especificamente para o ator. No entanto, Vin Diesel revelou posteriormente que, após ver um fã sugerir que ele deveria trabalhar com Dwayne ‘The Rock’ Johnson, decidiram dar o papel de Hobbs ao ex-lutador.

Os Caminhos Não Percorridos

Se Tommy Lee Jones tivesse aceitado o papel de Hobbs, a dinâmica entre Diesel e Johnson teria sido completamente diferente. A provável ausência de trabalho em conjunto em 2011 teria evitado o desentendimento de 2016. Teoricamente, Johnson e Diesel poderiam nunca ter trabalhado juntos, já que Diesel é um pilar na franquia Velozes e Furiosos e Johnson talvez não tivesse ingressado sem o papel de Hobbs.

Se Tommy Lee Jones tivesse interpretado Luke Hobbs, o tom de Velozes e Furiosos teria sido completamente diferente. A presença de Jones teria adicionado uma energia mais séria e respeitável à série de ação. Sua carreira, marcada por papéis mais sérios em filmes como “Homens de Preto”, teria trazido uma nova direção à franquia. Além disso, o spin-off “Hobbs & Shaw” provavelmente nunca teria acontecido. Tommy Lee Jones teria deixado sua marca indelével em Velozes e Furiosos.

Em última análise, a escolha de Tommy Lee Jones como Hobbs teria mudado significativamente a dinâmica e o rumo da franquia Velozes e Furiosos. A rivalidade entre Vin Diesel e Dwayne Johnson pode ter sido inevitável, independentemente do papel de Hobbs. No entanto, é inegável que Jones teria trazido uma abordagem completamente diferente ao personagem. A trajetória da franquia teria sido outra, mas o que poderia ter sido nunca saberemos.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".