planeta-dos-macacos-o-reinado

Como Planeta dos Macacos: O Reinado se conecta ao filme original?

O novo trailer de Planeta dos Macacos: O Reinado revela uma história onde os macacos escravizaram e capturaram os humanos. Além disso, o trailer sugere o interesse da humanidade na exploração espacial, conectando-se à trama do filme original de 1968.

A sequência iminente poderia potencialmente se ligar à reviravolta icônica da Estátua da Liberdade do filme original. E assim, poderia criar uma ponte entre os dois filmes. Abaixo, confira os detalhes.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

Como o trailer faz a conexão com o filme original?

O trailer deixa claro que a distância entre a franquia em seu estado atual e o clássico de 1968 que a iniciou finalmente se fechou. Lançado durante o Super Bowl XVIII, o segundo trailer completo do novo filme Planeta dos Macacos oferece uma visão detalhada dos personagens apresentados no próximo capítulo da saga, enquanto também insinua as mudanças que o mundo experimentou desde o último episódio. Situado alguns séculos após Planeta dos Macacos: A Guerra, o quarto filme da série reboot inicia uma nova era na franquia.

O trailer de Planeta dos Macacos: O Reinado mostra que a franquia avançou muito além dos dias retratados em Planeta dos Macacos: A Guerra. No caso deste último, os humanos estavam em conflito acirrado com os macacos, com as duas facções tentando determinar o destino do mundo. Naturalmente, o resultado foi a favor dos macacos. As consequências de sua vitória estão em exibição nas novas imagens, que prometem uma história onde os humanos, que perderam todo o poder que um dia detiveram (e mais), estão sendo capturados e escravizados pelos macacos.

A ligação entre os humanos e os macacos

O que aconteceu com os humanos em Planeta dos Macacos: O Reinado é profundamente reminiscente de Planeta dos Macacos, mas esse não é o único detalhe que conecta os dois filmes. O novo trailer de Planeta dos Macacos: O Reinado cria uma ligação ainda mais interessante entre eles por meio de suas sugestões espaciais. Uma cena mostra o protagonista humano olhando através de um telescópio em meio às ruínas de um observatório. Outra cena mostra modelos de planetas na Via Láctea. Pelas aparências, o filme vai sugerir o interesse da humanidade pelas estrelas, o que é bastante revelador quando se considera a base da trama do filme original.

A exploração espacial e a astronomia importam muito pouco no escopo da série reboo. Porém, são centrais para a história do filme de 1968; afinal, a história gira em torno de astronautas partindo para o espaço durante os anos 1960 e acabando de volta à Terra. Claro, o personagem principal – George Taylor de Charlton Heston – está sob a impressão de que sua nave cruzou para outro sistema solar, sem saber que eles estavam na Terra o tempo todo. Como ele eventualmente se envolve nos assuntos dos macacos, as conexões espaciais de Planeta dos Macacos: O Reinado servem como um indício desse evento chave na linha do tempo de Planeta dos Macacos.

A ponte com o clássico de 1968

Com Planeta dos Macacos: O Reinado fazendo referência ao dispositivo de enredo que atuou como espinha dorsal de Planeta dos Macacos, tornou-se ainda mais provável que a próxima sequência construa uma ponte para o clássico de 1968. Na verdade, a paisagem do mundo mostrada em Planeta dos Macacos: O Reinado revela como isso pode acontecer. O filme inclui estruturas feitas pelo homem, como o observatório e o telescópi. E isso, são vestígios do passado deixados desde a época em que os humanos governavam o planeta. Essas relíquias da história humana poderiam incluir facilmente a Estátua da Liberdade.

Com base na condição dos prédios em ruínas vistos em Planeta dos Macacos: O Reinado, a metade superior quebrada da Estátua da Liberdade deitada na praia no final de Planeta dos Macacos se encaixaria perfeitamente neste mundo. Recriar tal cena em Planeta dos Macacos: O Reinado poderia funcionar como o bloco de construção final e perfeito em direção à história contada no filme original. Seguir nesta direção poderia encerrar a franquia ou preparar uma nova parcela.

Novo filme será um remake?

Passo a passo, os filmes reboot empurraram seu mundo mais perto daquele trazido à vida em Planeta dos Macacos. Por todas as indicações, Planeta dos Macacos: O Reinado completará esse impulso. E isso, significa que o próximo filme poderia muito bem ser um verdadeiro remake de Planeta dos Macacos. E com base na sugestão da grande reviravolta do filme original no novo trailer, o filme de 2024 não está fugindo dessa possibilidade. Com isso em mente, pode não demorar muito para que George Taylor entre em cena.

O papel de George Taylor na narrativa geral pode ser incorporado à próxima parcela de várias maneiras. Se for um remake que aborda o enredo principal do original, o personagem de Charlton Heston poderia ser reinterpretado com um novo ator no papel principal,. A menos é claro, que outro protagonista seja escolhido. Se a sequência de Planeta dos Macacos: O Reinado quiser evitar o desafio de reinterpretar ou substituir um ícone da ficção científica, poderia, em vez disso, contar uma história adjacente ao original. Em outras palavras, poderia ocorrer durante o tempo de Taylor no planeta, apresentando-o apenas em uma participação especial.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".