ONE_PIECE

One Piece: série da Netflix terá mais de mil episódios?

A adaptação One Piece chega ao catálogo da Netflix ainda em 2023. Apesar disso, há muitas dúvidas em relação ao futuro da série. Isso porque o anime é reconhecido por ter mais de mil episódios, algo que afasta boa parte do público que quer começar a assistir.

Em entrevista ao Collider, Taz Skyler conversou sobre quanto tempo a série da Netflix sobre One Piece deve durar. Para ele, o projeto ideal precisa ter o tempo necessário para sentir que chegou ao fim. De acordo com o ator, a equipe de produção quer sentir orgulho do programa.

Eu gostaria que durasse exatamente o tempo necessário para sentir que chegou ao fim e que todos nós estamos felizes – e por nós, quero dizer o ‘nós’ maior de nós cinco e cada pessoa envolvida. Eu quero que todos tenham orgulho de onde terminamos. Não quero que termine curto e não quero que dure muito. Esse é o meu ideal“, disse ele.

One Piece, da Netflix, terá mais de mil episódios?

Em suma, o trailer oficial de One Piece revelou que a série da Netflix começará pelo primeiro arco do anime. Além disso, a prévia também mostra cenas em que os protagonistas Luffy, Zoro, Nami, Usopp e Sanji aparecem na Saga East Blue. Portanto, espera-se que a primeira temporada do programa adapte em torno de 61 episódios do anime.

Contudo, os números de One Piece garantem que a Netflix não deve adaptar todos os mil episódios. Caso siga o mesmo padrão para o futuro, o streaming precisará de onze temporadas para concluir todo o anime. Só que outros arcos têm mais episódios do que a Saga East Blue. Assim, a Netflix teria que dividir em mais e mais temporadas.

Portanto, a série de One Piece na Netflix não deve adaptar todo o anime. A tendência é que a produção alcance a Summit War Saga, período no qual a animação faz um salto temporal. Por fim, One Piece estreia no dia 31 de julho.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Victor Eduardo

Victor Eduardo

Victor Eduardo é jornalista formado pela PUC do Rio Grande do Sul desde agosto de 2021! Ao todo, tem experiência em reportagem, comunicação institucional e assessoria de imprensa. Atualmente, divide o tempo de trabalho com a leitura e com a cozinha, hobby que desenvolveu durante a pandemia por Covid-19. Atua como jornalista sob o registro profissional 20810/RS.