disney-plus-hulu

Disney adquire parcela restante do Hulu em movimento estratégico

Em um movimento que reforça ainda mais sua influência no mundo das plataformas de streaming, a Disney anunciou a aquisição da parcela remanescente do Hulu, anteriormente pertencente à NBC Universal, que faz parte do grupo Comcast. Com uma participação de 33%, a Disney fechou o negócio por cerca de US$ 8,61 bilhões. Esta aquisição promete ter um impacto significativo no cenário do streaming e expandir as ofertas da Disney.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

O Acordo Bilionário entre a Disney e a NBC

De acordo com o comunicado oficial, a Disney concordou em pagar US$ 8,61 bilhões à NBC Universal. Esse valor representa a parte da NBC Universal do valor mínimo garantido de US$ 27,5 bilhões para o Hulu, que havia sido estabelecido quando as duas empresas firmaram seu acordo em 2019. A transação também considera as contribuições antecipadas de chamada de capital pendentes que a NBC Universal deve pagar à Disney.

A Disney já havia anunciado seus planos de lançar uma experiência única, combinando os aplicativos Disney+ e Hulu até o final de 2023. No entanto, naquela época, a empresa não havia declarado sua intenção de adquirir a parcela que estava nas mãos do Comcast. Apesar da aquisição total, a Disney planeja manter o aplicativo Hulu como uma entidade independente, enquanto disponibiliza seu conteúdo no Disney+.

Bob Iger, CEO da Disney, acredita que essa combinação de streaming é uma progressão lógica das ofertas diretas ao consumidor da empresa. Ele vê isso como uma maneira de proporcionar mais oportunidades para anunciantes e, ao mesmo tempo, oferecer aos assinantes acesso a um conteúdo mais abrangente e simplificado.

Anúncios no Disney+

Além dessa aquisição estratégica, o Disney+ também inovou com a introdução de um plano com anúncios nos Estados Unidos em dezembro do ano passado. A empresa considera que essa estratégia tem sido bem-sucedida, com uma parcela significativa de novos assinantes optando por essa opção em vez do plano mais caro. A tendência é que esse número cresça ainda mais, à medida que outras opções passam por reajustes.

A Disney está traçando um caminho ambicioso no mercado de streaming, consolidando sua presença com a aquisição da parcela restante do Hulu. Essa movimentação estratégica não apenas expande seu portfólio, mas também oferece uma abordagem flexível, mantendo o Hulu como um serviço independente e integrando seu conteúdo no Disney+. O setor de streaming continua a evoluir e oferecer opções diversificadas para os consumidores, e a Disney está na vanguarda dessa transformação.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".