homem-aranha-lotus

Filme POLÊMICO do Homem-Aranha chega (de graça) no YouTube

Um grupo de fãs se reuniu para criar o filme Homem-Aranha Lotus, uma versão alternativa sobre o herói da Marvel. O longa-metragem ficou disponível de forma gratuita pelo YouTube ao longo dos últimos dias. Além disso, o projeto não tem nenhuma relação com a Marvel e com o MCU.

Em suma, a trama acompanha a recuperação de Peter Parker após a morte da sua namorada, Gwen Stacy. Ele precisa viver com a culpa por não a ter salvado após um trágico incidente. No entanto, Peter passa refletir sobre diversos questionamentos quando uma criança em estado terminal pede para conhecer o Homem-Aranha.

Assista ao filme de forma oficial e gratuita abaixo:

As polêmicas de Homem-Aranha Lotus

Apesar de chegar ao YouTube de forma gratuita, Homem-Aranha Lotus precisou conviver com uma série de polêmicas ao longo do desenvolvimento. Em primeiro lugar, usuários do Twitter descobriram diversas publicações racistas do ator que interpreta o protagonista Peter Parker.

Warden Wayne admitiu a autoria das mensagens por meio das redes sociais. Ele afirmou que fez os tweets com base no período do ensino médio, alegando que vivia em uma pequena cidade conservadora do interior dos Estados Unidos. “Eu espero e rezo para que as pessoas que assistam não julguem com base no meu passado e, em vez disso, aceitem o que é: um filme sobre redenção e sair da escuridão.”, escreveu ele.

Contudo, outro membro da produção também se envolveu em problemas similares. Gavin K. Konop, diretor de produção, foi alvo de denúncias sobre racismo, homofobia e sexismo. Todas atribuídas por publicações antigas nas redes sociais. Em suma, o cineasta utilizou a mesma linha de defensa e admitiu o erro.

Apesar disso, boa parte dos espectadores solicitaram reembolso do financiamento coletivo feito para bancar a produção de Homem-Aranha Lotus. Como última polêmica, a equipe de efeitos visuais optou por não seguir no projeto.

O que esperar do filme?

Polêmicas à parte, Homem-Aranha Lotus retrata o vazio e a fragilidade emocional de Peter Parker. Após a morte de Gwen Stacy, ele recebe um pedido de uma criança em estado terminal. Assim, passa a refletir sobre o legado do herói.

O longa-metragem utilizou O Garoto Que Colecionava Homem-Aranha (1984), Webspinners: Tales Of Spider-Man (1999-200) e Spider-man: Blue (2022-2023), quadrinhos da Marvel, como base para criar a história. Além disso, Homem-Aranha Lotus conta com duas horas de exibição.

Por fim, o filme está disponível de forma gratuita no YouTube.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Victor Eduardo

Victor Eduardo

Victor Eduardo é jornalista formado pela PUC do Rio Grande do Sul desde agosto de 2021! Ao todo, tem experiência em reportagem, comunicação institucional e assessoria de imprensa. Atualmente, divide o tempo de trabalho com a leitura e com a cozinha, hobby que desenvolveu durante a pandemia por Covid-19. Atua como jornalista sob o registro profissional 20810/RS.