Irmandade | Primeiras Impressões

A Netflix lançou recentemente a série Irmandade protagonizada por Seu Jorge e Naruna Costa. Como você pode ter notado, esta é mais uma da enorme levada de séries brasileiras que a Netflix tem produzido. O criador desta é Pedro Morelli. O primeiro episódio da série, inclusive, está disponível para ser assistido gratuitamente no próprio site da Netflix. Então, mesmo que você não tenha assinatura, você pode acessar lá e conferir o primeiro episódio! Eu assisti o primeiro episódio e resolvi trazer para vocês as minhas impressões sobre a série. Isso porque achei que alguns assuntos tratados nela são bastante relevantes e, por isso, a série pode ser algo muito necessário de ser assistido. Isso tudo além de, é claro, ser um ótimo entretenimento. Então vamos lá falar um pouco sobre Irmandade.

Sinopse e Trailer

A sinopse oficial divulgada de Irmandade é a seguinte:

“Uma advogada honesta enfrenta um dilema moral depois que policiais a forçam a delatar seu irmão, que está preso e lidera uma facção criminosa em ascensão.

O que vemos no primeiro episódio

Assistindo ao primeiro episódio percebi que ele tem a função de nos introduzir ao cotidiano de Cristina, a advogada vivida por Naruna Costa. Além disso também vemos, por meio de alguns flashbacks inteligentemente inseridos, o passado dela e de seu irmão, Edson, o prisioneiro vivido por Seu Jorge. Somos introduzidos a cada personagem e a seu conflito interno. Também somos apresentados a o que seria a “Irmandade”, a facção criminosa liderada por Edson com a intenção de trazer melhores condições aos presos.

Irmandade

A série desde seu primeiro minuto possui um ar pesado, revoltante e triste. Apesar da história principal se passar nos anos 90, a situação inicial da personagem Cristina é algo totalmente identificável. Pois trata-se de uma pessoa de origem humilde, com um emprego honesto procurando se manter ao lado de seu irmão mais novo, e com o mais velho preso. Muitas pessoas no Brasil podem estar na mesma situação de Cristina. Contudo, a situação começa a ficar tensa quando descobrimos como Edson é mantido preso e passando por torturas. E isso cria um dilema na personagem que é bastante crível, nós mesmos, apesar de sabermos o que pode acontecer, ficamos com a mesma sensação de não saber o que fazer.

Opinião

A trama me pegou de vez e, com certeza, eu irei terminar de maratonar a série inteira. A atuação de Seu Jorge está fantástica e a de Naruna é muito precisa em alguns pontos, na questão das expressões e reações que ela dá a personagem em diferentes situações. Além disso, o conflito trazido pelo primeiro episódio sobre o que seria o certo é fantástico e, acredito, que seja continuado nos próximos.

Irmandade

Então acredito que valha a pena você dar uma chance a Irmandade! Dá uma conferida nem que seja no primeiro episódio. Afinal, precisamos valorizar as boas produções brasileiras, para que tenhamos mais.

Mas e você? Já assistiu Irmandade? Qual a sua opinião? Quer uma crítica completa da série? Então comente! 😀

Comentários
Carregando...