TERREMOTO

Terremoto, Final Explicado: A família se salva?

O filme de catástrofe natural, Terremoto, é uma produção imperdível, que vai te deixar grudado no sofá até o último minuto.

O filme norueguês Terremoto, dirigido por John Andreas Andersen e lançado em 2018, é uma sequência de sucesso de A Onda. Na trama, conhecemos Kristian Eikjord, um geólogo considerado um herói, pois sua atuação durante um tsunami. Entretanto, anos depois, sua vida pessoal se desfaz enquanto ele enfrenta a culpa e uma previsão assustadora. Abaixo, confira tudo que acontece na produção.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

Trama de Terremoto

Kristian, vivido pelo protagonista, é confrontado com o colapso fatal de seu colega geólogo, Konrad Lindblom, no túnel Oslofjord. Sua investigação sobre o incidente revela um cenário de atividade sísmica alarmante, negada pelas autoridades. O filme traz uma atmosfera de suspense à medida que Kristian mergulha mais fundo na teoria de Konrad e enfrenta a resistência daqueles que desejam manter o status quo.

A tensão se intensifica à medida que Kristian tenta alertar sua família e a população sobre a iminente catástrofe, enquanto os sinais do terremoto iminente se tornam cada vez mais evidentes. Confrontos emocionais, corridas contra o tempo e a inevitabilidade do desastre criam uma narrativa envolvente que mantém o público à beira de seus assentos.

Final Explicado

O clímax do filme chega com o terrível terremoto que atinge Oslo. Em meio ao caos, Kristian se vê em uma luta desesperada para salvar sua família e os outros ao seu redor. Apesar de seus esforços heroicos, ele enfrenta perdas dolorosas, incluindo a morte de seu colega Konrad e, mais devastadoramente, a morte de sua esposa, Idun.

O filme termina com a família reunida em sua antiga casa em Geiranger, enquanto o futuro incerto da Noruega é mencionado. Embora o perigo imediato tenha passado, a ameaça contínua de terremotos paira sobre eles, lembrando-nos da fragilidade da vida e do poder imponente da natureza.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".