sangue-e-agua

Sangue e Água, 4ª temporada | Final explicado

A 4ª temporada de Sangue e Água entrega uma temporada repleta de drama adolescente e reviravoltas emocionantes.

Finalmente, houve o lançamento da aguardada 4ª temporada da série de drama adolescente sul-africana da Netflix, Sangue e Água. Em suma, a trama surpreendeu os fãs com uma trama repleta de traições, chantagens e reviravoltas dramáticas. Embora a temporada anterior tenha terminado com a promessa de problemas mais sérios e perigosos a caminho dos personagens, a 4ª temporada não segue exatamente a mesma história.

Em vez disso, a trama muda drasticamente, com a protagonista, Puleng Khumalo, sendo chantageada por um indivíduo aparentemente poderoso. Enquanto a premissa sugere que os traficantes humanos da temporada anterior estão de volta para se vingar, não é isso o que está em jogo aqui. Abaixo, confira o que acontece na 4ª temporada.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

Resumo da Trama de Sangue e Água

Sangue e Água começou com a protagonista adolescente Puleng Khumalo suspeitando que uma estudante mais velha em sua nova escola, Fikile Bhele, era sua irmã mais velha há muito perdida. Com o tempo, houve a revelação que Fikile e Puleng eram de fato irmãs. Porém, elas possuem pais diferentes, pois sua mãe biológica, Thandeka, se envolveu com outro homem em um momento tenso do seu casamento.

Após alguns confrontos sérios e disputas, as duas irmãs se uniram para descobrir um grande esquema de tráfico humano em execução na África do Sul. E assim, houve a descoberta de que Fikile havia sido vendida por esse mesmo esquema. Embora tenham conseguido entender muitos detalhes complicados sobre sua descendência e origens, tanto Fikile quanto Puleng tiveram que fazer sacrifícios.

As meninas também fizeram amizades muito fortes ao longo do caminho, que sempre encontram a segunda trama mais importante em cada uma das temporadas. No final da 3ª temporada, o esquema de tráfico parecia estar planejando se vingar, visando Sam Nkosana e um amigo de Puleng.

O que acontece na 4ª temporada?

A temporada 4 de Sangue e Água toma um rumo diferente. Ela inicia com vislumbres do caso judicial que se seguiu em relação ao esquema de tráfico. Os dois principais acusados, Matla e Lisbeth Molapo, foram considerados culpados das acusações e foram condenados à prisão. Mesmo sendo derrubada pela lei, Lisbeth ainda ameaçava Puleng, alertando a adolescente que voltaria para se vingar.

Essa ameaça e a pressão geral de estar sob os holofotes de um caso criminal tão importante afetaram Puleng. Em suma, muitas vezes ela está mentalmente ausente e tensa ao longo do ano. Como resultado, ela desenvolveu uma afinidade com o álcool e com um novo aluno na Parkhurst College, Ivan Carvalho. Esse, é um estudante português em um programa de intercâmbio da escola Las Encinas, da Espanha.

Puleng e Ivan gradualmente se envolvem um com o outro, até mesmo ficando íntimos em uma festa na casa de Chris Ackerman. No entanto, essa decisão toma um rumo sombrio quando se combina com o fato de que Puleng estava sendo perseguida por alguém desde o início do ano. A garota recebia regularmente mensagens de texto ameaçadoras de um número desconhecido destinadas a chamar sua atenção e criar um senso de medo.

Logo fica claro que o perseguidor estava de alguma forma obtendo acesso aonde quer que Puleng estivesse indo, incluindo o tribunal e a escola. Mas as coisas tomam um rumo gravemente sério quando a protagonista recebe uma mensagem do número com um vídeo dela e Ivan em uma posição íntima, ameaçando-a para finalmente prestar atenção ao chantagista.

A 4ª temporada entrega uma temporada repleta de drama adolescente e reviravoltas emocionantes. Com a revelação do chantagista de Puleng, a trama se desenrola em uma série de eventos complexos e perigosos, testando os limites dos personagens e revelando segredos sombrios do passado.

Por fim, confira o trailer da 4ª temporada de Sangue e Água:

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".