robert-de-niro-e-joaquin-phoenix

Por que Robert De Niro e Joaquin Phoenix não se deram bem em Coringa?

O filme “Coringa”, dirigido por Todd Phillips em 2019, dividiu opiniões entre os amantes de cinema. Inspirado nas obras de Martin Scorsese, a produção gerou debates sobre até que ponto uma homenagem pode ir. Uma das figuras-chave no filme foi Robert De Niro, colaborador frequente de Scorsese, que contracenou com Joaquin Phoenix, o protagonista. No entanto, a relação entre De Niro e Phoenix não foi tão harmoniosa quanto se esperava.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

robert-de-niro-e-joaquin-phoenix
Imagem: Warner Bros | Edição: Minha Série Favorita

A escolha de Robert De Niro para o papel de Murray Franklin, o apresentador favorito de Arthur Fleck, foi uma homenagem às icônicas performances do ator em filmes de Scorsese. A conexão entre “Coringa” e “O Rei da Comédia” é evidente, mas De Niro esclareceu que não via como uma ligação direta entre os personagens de ambos os filmes. Ainda assim, a influência de seus papéis anteriores foi notável na construção do personagem de Arthur.

Phoenix, admirador confesso de De Niro, buscava uma interpretação autêntica. Ele via a atuação como um documentário, buscando sentir o que o personagem sentia no momento. Essa abordagem, no entanto, não era compartilhada completamente por De Niro. Em suma, ele preferia leituras completas do roteiro antes das filmagens. Essa diferença de métodos gerou algum atrito entre os atores.

Os Desentendimentos e a Tensão nos Bastidores

Os desacordos iniciais sobre a abordagem de atuação poderiam ter gerado uma atmosfera tensa nas gravações. De Niro insistia em leituras completas do roteiro, algo que Phoenix não via com tanto entusiasmo. No entanto, ao longo do tempo, os dois astros conseguiram superar suas diferenças.

Apesar das controvérsias em torno de “Coringa”, o filme foi um enorme sucesso. Tornou-se o primeiro longa classificado como R a ultrapassar a marca de 1 bilhão de dólares nas bilheterias globais. Recebeu onze indicações ao Oscar, e Joaquin Phoenix conquistou o prêmio de Melhor Ator. Embora De Niro não tenha sido indicado, o filme foi um marco em sua carreira como produtor.

A colaboração entre Robert De Niro e Joaquin Phoenix em “Coringa” foi marcada por diferenças criativas. Porém, isso não impediu o sucesso do filme. A atuação intensa de Phoenix e a influência de De Niro proporcionaram uma experiência cinematográfica única. O filme, embora controverso, marcou um momento importante na carreira de ambos os atores e consolidou “Coringa” como um ícone do cinema contemporâneo.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".