Minha Série Favorita
Notícias, spoilers e críticas de filmes e séries, no streaming, cinema e TV.

É o fim? Por que a Netflix demitiu os seus funcionários em massa?

Cerca de 150 pessoas foram desligadas, segundo a Netflix, a decisão foi tomada por razões corporativas e não desempenho individual.

0

Sabemos que a situação da Netflix não está das melhores ultimamente. Em suma, a líder dos streamings, perdeu 200 mil assinantes no 1º trimestre de 2022 pela primeira vez em 10 anos. E a previsão é de que esse número aumente, devido a valores da mensalidade e grande concorrência. Diante disso, a Netflix demitiu os seus funcionários. E assim, em torno de cerca de 150 pessoas perderam os seus empregos nesta semana, sendo a maioria dos desligamentos nos EUA.

VEJA TAMBÉM

Por que a Netflix demitiu os seus funcionários?

De acordo com a agência Reuters, os desligamentos representam 2% do quadro geral da companhia nos países EUA e Canadá. Fontes ouvidas pelo site The Verge afirmam que pelo menos 26 dos demitidos trabalhavam no site Tudum, projeto anual da Netflix voltado para os fãs de suas séries.

Antes das atuais demissões, a empresa já havia desligado 25 funcionários da área de marketing, incluindo 12 do Tudum. Contudo, a Netflix confirmou os desligamentos em um comunicado para a imprensa.

A companhia afirma que “as mudanças foram tomadas principalmente por necessidades corporativas e não por desempenho individual” e complementa que foi uma “despedida para grandes colegas e que terão apoio nesta difícil transição”.

O que resultou na perda de Assinantes da Netflix?

Para a Netflix, um dos grandes culpados pelo desempenho ruim é o compartilhamento de contas. Ela estima que mais de 100 milhões de lares estão usando o serviço sem pagar. A solução que a companhia encontrou seria cobrar uma taxa extra, algo que descontentou e teve repercussão bem negativa do público.

Logo após, surgiu uma nova alternativa para ganhar mais dinheiro e conquistar os assinantes, incluir propaganda e diminuir os valores das assinatura que também teve reação desfavorável das pessoas.

A situação deve ficar ainda pior, com uma perda prevista de 2 milhões de assinantes nos próximos meses. Isso se dá devido ao encerramento dos serviços na Rússia. Porém, enquanto essas mudanças não vêm, a saída mais simples é cortar gastos. É o que afirma a empresa ao Verge.

“Como explicamos na nossa conferência de resultados financeiros, a desaceleração do crescimento das receitas significa que precisamos desacelerar o crescimento de nossos custos como empresa.”

Por fim, Spencer Neumann, diretor-chefe de finanças da Netflix, revelou que a companhia pretende reduzir o crescimento dos custos nos próximos dois anos.

Enfim, curtiu a matéria?

Então, siga a gente no Google News. Além disso, convidamos você a nos seguir nas redes sociais TwitterInstagram e Facebook para ficar por dentro de tudo que rola no mundo das séries e filmes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Você pode cancelar, se desejar. Aceitar