morte-vilao-game-of-thrones

Morte DESTE vilão não fez sentido em Game of Thrones

O final de Game of Thrones desagradou a boa parte do público. Não é segredo para ninguém que a HBO não soube conduzir da melhor forma possível o desfecho da narrativa. Episódio após episódio, os espectadores apontavam falhas, problemas de roteiro, resoluções forçadas… Enfim! Muitos pontos negativos.

No entanto, nada supera o que Game of Thrones fez com o principal vilão da série. A forma como o Rei da Noite foi morto até hoje gera revolta e lamentações para o público. Algo que não fez sentido algum com a trajetória do personagem e de todo o programa até aqui.

Em suma, Game of Thrones ficou no ar por oito temporadas com a história de poder que envolve o continente de Westeros. Enquanto os Sete Reinos entram em guerra, Daenerys Targaryen reúne forças para tentar conquistar o que lhe pertence por direito.

Por que a morte do principal vilão de Game of Thrones não fez sentido?

Como maior vilão de Game of Thrones, o Rei da Noite e o arco dos White Walkers surgiram ainda no primeiro episódio do programa. Desde então, a série optou por mostrar poucos detalhes sobre o que acontecia no norte. Isso até as principais batalhas durante as últimas duas temporadas.

Algumas cenas ficaram marcadas na história da televisão, mas a morte do Rei da Noite originou muita revolta entre os fãs de Game of Thrones. Muitos questionam, no entanto, o ponto errado da história. Boa parte do público gostaria de ver Jon Snow derrotando o antagonista.

Contudo, Arya Stark foi a escolha perfeita. Ao longo da trama, Game of Thrones deixou claro que o Rei da Noite era quase imbatível. Um lutador eficaz o suficiente para prever os golpes de todos os inimigos. E, com apenas um toque, derrotar qualquer um. Poucos conseguiriam, ao mesmo tempo, ultrapassar a barreira de White Walkers.

Acontece que Arya Stark recebeu o treinamento do Deus de Muitas Faces e dos Homens sem Rosto. Assim, aprendeu a fazer ataques surpresas. Atacar ao inimigo sem ser percebida. Portanto, nenhum outro personagem de Game of Thrones poderia se aproximar do Rei da Noite com tamanha eficiência.

O grande problema com a morte do Rei da Noite

O problema com a morte do Rei da Noite não foi o ataque em si, mas sim as consequências. Em suma, o principal vilão de Game of Thrones deixou mais dúvidas do que respostas ao final da série. O desfecho do programa encerrou de forma abrupta e sem nenhuma conclusão um dos principais arcos da trama.

Foram anos desenvolvendo os White Walkers para todos morrerem de uma hora para a outra. Afinal, o que o Rei da Noite queria além de matar Bran Stark? Por que os White Walkers foram tão ameaçadores para morrer daquele jeito ao final de tudo? Quem eram as criaturas? O que eles queriam após tanto tempo?

Enfim, são muitas perguntas para poucas resoluções após o final de Game of Thrones. A série acertou em quem seria capaz de derrotar o Rei da Noite. No entanto, tomou a decisão errada ao apressar o ritmo final da série. Assim, criou problemas e situações sem nenhuma resolução plausível.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Victor Eduardo

Victor Eduardo

Victor Eduardo é jornalista formado pela PUC do Rio Grande do Sul desde agosto de 2021! Ao todo, tem experiência em reportagem, comunicação institucional e assessoria de imprensa. Atualmente, divide o tempo de trabalho com a leitura e com a cozinha, hobby que desenvolveu durante a pandemia por Covid-19. Atua como jornalista sob o registro profissional 20810/RS.