2ª temporada de Loki revela spoiler importante aos Vingadores sobre Kang

A tão aguardada 2ª temporada de Loki está surpreendendo os fãs com um desenvolvimento de personagem ousado que está apenas começando. Após a morte de He Who Remains, interpretado por Jonathan Majors, ao final da primeira temporada, o Sacred Timeline ficou desprotegido, preparando o terreno para grandes desafios na 2ª temporada. Agora, um novo acontecimento catastrófico – a explosão do Tear Temporal – está ameaçando a estrutura do espaço e tempo, impulsionando Loki a explorar um poder recém-descoberto e assumir um papel potencialmente poderoso.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING?  e aproveite!

O Caminho Rumo ao “Deus das Histórias”

Nos quadrinhos da Marvel, Loki embarca em uma trama ousada ao abandonar seu título anterior de Deus da Trapaça. Ele decide que está cansado de ser o vilão destinado a falhar para que os heróis possam crescer.

Assim, ele utiliza a esperança inerente em seu eu mais jovem para se tornar um agente do bem, protegendo momentos-chave no tempo e compartilhando as histórias do multiverso. As semelhanças com essa história dos quadrinhos e os eventos da segunda temporada de Loki indicam que o Loki do MCU pode seguir o mesmo caminho e se tornar o “Deus das Histórias”.

A Transformação de Loki: Um Passo Além da Vilania

A jornada de Loki para deixar seu passado vilanesco para trás era uma evolução há muito esperada. No início da temporada, ele é confrontado com a ideia de que está fadado a ser um fracasso em todas as realidades do multiverso. Embora esta versão de Loki já tenha trilhado um caminho considerável em direção ao bem, a acusação o abalou.

No 5º episódio da 2ª temporada, Loki falha novamente, e seus amigos e realidade inteira se desintegram devido à explosão do Tear Temporal. Em um claro indício de sua transformação, Loki declara: “Eu posso reescrever a história”, enquanto finalmente controla sua habilidade de deslocamento temporal.

Loki: O Guia Multiversal dos Vingadores

Além de fortalecer o novo papel de Loki, a segunda temporada também destaca indiretamente o incrível poder de Kang e suas variantes. Até agora, os heróis do MCU só enfrentaram uma versão de Kang de cada vez. No entanto, a cena pós-créditos de Quantumania sugere a potencial legião aparentemente interminável de vilões que compõem o Conselho de Kangs.

Embora heróis poderosos como Doutor Estranho e Capitã Marvel possam enfrentar qualquer Kang isoladamente em um espaço e momento específicos, a equipe não tem uma maneira precisa de rastrear e seguir os vilões pelo multiverso. O “Deus das Histórias” Loki pode mudar isso.

Caso Loki tenha sucesso em eventualmente reconstruir a TVA, seja em sua totalidade ou em espírito, ele oferece aos Vingadores o líder e guia multiversal que estavam precisando. Enquanto heróis como América Chavez já podem viajar entre dimensões, eles não têm a capacidade de viajar no tempo.

A habilidade de Loki de monitorar todo o espaço-tempo é, até agora, inédita no lado dos heróis. À medida que “A Dinastia Kang” se aproxima, Loki e a TVA parecem destinados a desempenhar um papel fundamental na formação, orientação e liderança da próxima equipe de Vingadores contra seus mais novos inimigos.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Você pode cancelar, se desejar. Aceitar