Minha Série Favorita
Notícias, spoilers e críticas de filmes e séries, no streaming, cinema e TV.

José Lucas pega Juma à força e enfrenta a ira de Onça e Velho do Rio

Os próximos capítulos mostrarão Zé Lucas se dando mal depois de tentar a sorte com Juma uma vez mais em Pantanal.

0

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Dominado pelo desejo, José Lucas vai perder totalmente o juízo e o bom senso durante nova visita que fará a Juma. Em síntese, ele se mostrará tão agressivo e ameaçador que o Velho do Rio e até Maria Marruá em forma de onça aparecerão para socorrer a jovem. Todos os detalhes eu te conto em seguida, fica comigo!

José Lucas passa do ponto com Juma

Primeiramente, cabe destacar que Juma virou uma obsessão para José Lucas. Nesse sentido, os capítulos com exibição prevista para essa quinta e sexta-feira mostrarão o primogênito dos Leôncios tentando a sorte com a moça uma vez mais.

Transparente, ele chega abrindo os sentimentos já de cara, logo depois de chegar à tapera. Nesse sentido, para ilustrar o quanto a deseja, dirá que não se importa com nada além dela. Tampouco com a fortuna do pai ou com a sela de prata de seu avô. “De tudo o que eu vi nessa vida, Juma, eu só quero uma coisa… Ocê! E eu num sei mais como escondê esse sentimento”, dirá.

Antes desse trecho, a cena mostrará Juma mandando José Lucas embora. Porém, o insistente peão pedirá um beijo como moeda de troca para obedecer a ordem. “Se ocê me dé um bêjo eu vô m’embora, Juma… Um bêjo… E eu num vorto nunca mais!”

Em seguida, já desconfortável com a aproximação de José Lucas, Juma ameaçará mordê-lo caso o cunhado não vá embora. “Então vira onça, Juma! Vira onça e arranca a minha orelha! Senão eu num vô m’embora!”, enfrenta o peão.

Velho do Rio e Maria Marruá defendem Juma

Ainda que tenha sido desafiada, Juma não consegue cumprir a ameaça. Afinal, ela alega não sentir raiva dele, tampouco amor. A aparente amistosidade de Juma leva o peão a se perder. Isso porque ao sentir a resistência da moça ao seu posterior apelo para fugir com ele, optará pelo uso da força. Ou seja, ele a tentará dominar como a um animal.

É nesse momento que uma onça surge do nada e se coloca entre os dois, a fim de proteger Juma. Amedrontado, José Lucas puxa uma faca para se defender, porém é repreendido pela voz do Velho do Rio.

À porta da tapera, a entidade ordena que ele solte a faca, alegando que o animal está ali apenas para proteger a cria. Em seguida, ao perceber a desobediência do neto, o Velho fará uma derradeira advertência. “Ocê tá chamâno desgraça! Uma hora ela vem! Vá s’embora… Em paz. Ocê num vai tê essa chance ôtra vez! Ela num lhe qué…”

Juma por sua vez também o expulsa de vez. Logo depois de restabelecer a consciência, José Lucas se dá conta de que passou do ponto e se rende. A sequência da cena mostra o peão montando em seu cavalo, lançando um olhar dolorido para Juma e desaparecendo dali.

Enquanto isso, a onça se embrenha no mato, num claro sinal para a “filha” que não aprova o romance. Por fim, no caminho de volta José Lucas reflete: “Qué que ocê tá fazêno, Zé Luca?! Querêno tomá a mulhé do teu irmão?! Ocê tá chamâno desgraça na tua vida… E num é de hoje!”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Você pode cancelar, se desejar. Aceitar