gen-v-final

Gen V, Final Explicado: O que acontece com Marie, Emma, Jordan e Andre?

A série derivada de “The Boys”, intitulada “Gen V“, chega ao seu desfecho eletrizante no oitavo episódio, dividindo os protagonistas entre heróis e vilões. Os jovens Supes entram em conflito, enquanto um grupo tenta destruir e o outro busca proteger, tornando-se cada vez mais difícil distinguir quem está tentando fazer o quê. O final é de tirar o fôlego e, para completar, em vez de fornecer respostas, ele apresenta ainda mais questionamentos para os espectadores. ATENÇÃO, CONTÉM SPOILERS!

Recapitulação de “Gen V: Guardiões de Godolkin”

Após Cate assassinar Indira Shetty, o grupo se divide sobre o que fazer em seguida. Cate e Sam querem invadir “The Woods”, libertar todos os Supes mantidos como prisioneiros e destruir Godolkin pelo que fez com eles. Por outro lado, Marie, Emma e Jordan não desejam criar mais caos, mas não conseguem mudar a opinião de Cate e Sam. Quando o duo parte em direção a “The Woods”, o trio decide intervir para impedir seus amigos, pois não confiam em mais ninguém.

Cumprindo sua promessa, Cate e Sam libertam todos os prisioneiros, horrorizados ao descobrir que alguns Supes morreram devido aos experimentos. Eles partem furiosos e começam a matar humanos, sem se importar se tiveram ou não participação nos experimentos. Enquanto isso, Ashley e outros executivos da Vought estão em uma reunião, discutindo quem deve se juntar aos Sete a seguir, quando a violência irrompe, deixando-os aterrorizados com a possibilidade de sobreviverem ao dia.

A violência em Godolkin proporciona aos jovens Supes a oportunidade de explorar seus poderes e testar seus limites. Agora, sem os comprimidos fornecidos por Shetty, Cate percebe a verdadeira extensão de seus poderes. Ela não se sente fraca ou desorientada por ter se esforçado demais. Na verdade, parece que ela não tem limites. Enquanto isso, Sam encontra Luke, que se torna sua voz da razão e tenta trazê-lo de volta à realidade. No entanto, no final, com a ajuda de Cate, Sam deixa de lado as emoções e se concentra em uma única coisa: a destruição.

Desfecho de “Gen V”: O Destino de Marie, Emma, Jordan e Andre

Quando Marie, Emma e Jordan chegam a Godolkin, muitas pessoas já estão mortas. Quando Andre aparece, ele tenta conversar com Cate e convencê-la a parar, mas logo fica claro que ela não está disposta a mudar de ideia agora. Emma tenta falar com Sam, mas ele diz coisas duras que a fazem se sentir pequena, e ela realmente se encolhe. Esse é um desenvolvimento interessante, pois anteriormente, Emma precisava vomitar sempre que precisava diminuir de tamanho. Agora, parece que ela não precisa mais disso.

O confronto eventualmente coloca Marie, Jordan e Andre frente a frente com Cate, Jordan e os Supes de “The Woods”. Andre deixa Sam inconsciente com um taser. Marie luta contra Maverick e usa seus poderes para derrotá-lo. Enquanto isso, Jordan é atacada por três Supes e luta para se defender. Com todo o sangue ao seu redor, Marie usa seus poderes para matar os Supes e ajudar Jordan. Embora reconheçam que formam uma equipe melhor juntos, Cate aparece e está prestes a tocar em Jordan para manipulá-los, mas Marie a detém, explodindo acidentalmente sua mão em pedaços. É quando Homelander aparece.

Perspectivas Futuras

Fica claro que os quatro jovens Supes não vão a lugar algum. Na verdade, todos eles são poderosos demais para serem mantidos em uma instalação onde poderiam facilmente escapar. Marie, especialmente, possui poderes sem precedentes, principalmente porque Victoria Neuman permanece na sombra. Agora, Marie e seus amigos se encontram em uma situação semelhante à de “The Woods”, onde serão submetidos a experimentos. Eles se encontram na mesma situação pela qual estavam lutando desde o início, mas ainda não perdemos a esperança por eles.

Marie e seus amigos podem parecer presos em uma situação sem saída, mas têm aliados inesperados lá fora. O massacre em Godolkin certamente chamou a atenção dos The Boys, e Mallory já estava de olho em Indira Shetty, então é de se esperar que eles já saibam que Marie e seus amigos são os mocinhos da história. Se houvesse alguma dúvida, o fato de serem vilipendiados pela Vought é prova suficiente de que foram usados como bodes expiatórios.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

Outro ponto interessante é a conexão entre Marie e Victoria Neuman. Elas têm poderes semelhantes e uma trajetória parecida, o que faz com que Neuman sinta uma afinidade com a jovem Supe. Ela apoiou secretamente Marie e até arranjou um lugar para ela em Godolkin. Sabemos que a relação de Neuman com a Vought é instável. Ela não tem lealdade a eles, especialmente agora que Stan Edgar não está na jogada. Além disso, ela possui o vírus que pode matar outros Supes, e provavelmente não o entregará à Vought. É uma carta na manga que ela provavelmente manterá, caso precise enfrentar alguém como Homelander.

É possível que Neuman se solidarize com Marie e a ajude a escapar, juntamente com seus amigos. Se não isso, com certeza, os The Boys de alguma forma se envolverão. A presença de Billy Butcher na cena pós-créditos indica que eles já sabem sobre “The Woods”. Eles também conhecem o vírus, então é apenas questão de tempo antes de alcançarem os jovens Supes em cativeiro.

Quanto a Cate e Sam, será que eles se juntarão aos Sete? A chegada de Homelander indica que ele os vê como heróis, o que sugere que eles podem se tornar peças fundamentais na equipe. Com Homelander tomando as decisões na Vought, parece que a trajetória deles está definida.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".