Minha Série Favorita
Notícias, spoilers e críticas de filmes e séries, no streaming, cinema e TV.

Final explicado de O Amante de Lady Chatterley

O Amante de Lady Chatterley, é dirigido por Laure de Clermont-Tonnerre a partir de um roteiro de David Magee. Saiba mais.

0

O Amante de Lady Chatterley tem um final feliz, mas há muito conflito para os personagens principais. Adaptado do romance homônimo de D.H. Lawrence, O Amante de Lady Chatterley, é dirigido por Laure de Clermont-Tonnerre a partir de um roteiro de David Magee. O drama romântico teve sua estreia no Festival de Cinema de Telluride de 2022, sendo lançado em alguns cinemas em 22 de novembro.

Por um tempo, Connie Reid (Emma Corrin) e Oliver Mellors (Jack O’Connell) são felizes por estarem juntos sem que ninguém saiba. No entanto, o brilho da excitação em torno de seu caso começa a diminuir quando a notícia chega a Sir Clifford e às pessoas da cidade.

Ao invés de se esconder, Lady Chatterley confronta o marido sobre isso, admitindo que está grávida e que deseja ficar com Oliver. Enquanto Sir Clifford se recusa a dar o divórcio, Connie decide ir embora depois que Oliver é demitido. E é só depois de algum tempo que os amantes se encontram novamente.

+ Quer assistir HBO Max e a plataforma Paramount+ de graça por até 1 mês? Clique Aqui e aproveite!

Por que Sir Clifford aceita que Lady Chatterley tenha um caso?

Sir Clifford tem um grande ego, e ele também é classista, que acredita que ele é superior à sua equipe e às pessoas da cidade só porque ele é um homem rico com o título de senhor. Sir Clifford achou que estava tudo bem para Connie ter um caso com outro homem.

Esse, deveria ser alguém cuja identidade era um mistério, de boa posição social e financeira para procriar e criar a criança como sua. Sir Clifford era incapaz de ter filhos após ficar paralítico, e Connie dormir com outra pessoa para engravidar era a única maneira que ele acreditava que isso poderia acontecer.

Clifford ficou furioso ao descobrir que Connie estava carregando o filho de Oliver porque ele pensou que o guarda de caça estava abaixo dele. Sir Clifford não suportava a ideia de que um homem de meios menores – seu empregado, não menos – seria o pai de uma criança que Lord Chatterley pretendia criar.

O fato de Lady Chatterley ter escolhido alguém como Oliver para dormir (e amar) era algo que Sir Clifford não podia aceitar. Seu ego e classismo esnobe eram grandes demais para Sir Clifford superar as ações de Lady Chatterley e aceitar a situação. Além do mais, Clifford também ficou afrontado por ela poder amar Oliver tanto e não ele.

O que está em alta na Netflix? TOP 10 de filmes e séries

O caso de Lady Chatterley explicado: por que ela é atraída por Oliver?

Visitar a casa de Oliver trouxe a Connie muita alegria e consolo da solidão e distância que ela experimentou em seu casamento com Clifford. Além disso, Oliver ajudou a despertar os desejos sexuais de Connie e mostrou que pode haver paixão, conexão e prazer no sexo. Ajudou o fato de Oliver não ser pomposo, mas amoroso, carinhoso e terno de uma maneira que Clifford não era.

Oliver também representava um modo de vida que Connie talvez perdesse – longe da etiqueta e pretensão da sociedade de classe alta e suas armadilhas. Com Oliver, Connie poderia ser livre para perseguir o que quisesse, alimentada por sua própria liberdade sexual de uma forma que sua vida com Clifford não permitia.

Clifford se divorcia de Connie?

Clifford foi inflexível sobre não dar a Lady Chatterley o divórcio que ela queria. Foi um castigo – uma maneira de manter Connie amarrada a ele e incapaz de se casar livremente com Oliver. É possível que a raiva de Clifford descongele e ele se divorcie de Connie.

No romance, Lady Chatterley está esperançosa de que Clifford lhe daria o divórcio que ela procura. Pode levar muito tempo – anos, provavelmente – até que ele se divorcie de Lady Chatterley, pois Clifford é bastante vingativo e tem direito. Ele está pensando em sua reputação quando se trata do caso de seu parceiro, e conceder-lhe um divórcio significaria que ele não detém mais nenhum poder sobre ela.

Por que Oliver continua a chamar Connie por seu título

Oliver ainda chama Connie de “m’lady” mesmo após terem feito sexo. Embora ela diga a ele para parar, parece que Oliver não pode evitar a formalidade. Continuar a chamar Lady Chatterley por seu título mostra o quão consciente ele está de seu status social diferente.

É algo que está enraizado há tanto tempo que parar sugeriria que eles estão em pé de igualdade quando ele sabe que não estão. Oliver entende quais seriam as consequências se o caso deles se tornasse público. Chamar Connie de “m’lady”, de certa forma, a mantém à distância, apesar de sua intimidade; é um lembrete de onde ele está no esquema mais grandioso das coisas.

Diferenças do Livro

A adaptação da Netflix de O Amante de Lady Chatterley é bastante fiel ao romance. No entanto, a maior diferença entre o livro e o romance é o seu final. Depois que Clifford demite Oliver no romance de Lawrence, ele sai para ir trabalhar em uma fazenda como no filme, mas Lady Chatterley permanece com sua irmã.

Enquanto no filme da Netflix, Lady Chatterley finalmente encontra Oliver novamente, juntando-se a ele na fazenda para que eles possam viver o resto de seus dias juntos, longe da própria sociedade que os julgou. O livro de Lawrence termina com uma nota esperançosa, mesmo que os amantes não estejam reunidos, mas a adaptação cinematográfica fala sobre seu final feliz.

Ainda outra diferença do livro para a tela envolve Lady Chatterley tendo um breve caso com Michaelis, um dramaturgo que visita Sir Clifford, antes de Oliver. Connie não gosta de seu tempo com Michaelis, no entanto, como ainda há uma desconexão.

Além disso, quando Lady Chatterley engravida, ela tenta convencer Clifford de que a criança é um homem com uma alta posição social. Na adaptação cinematográfica do drama romântico, Connie não contorna o tema e rapidamente admite que está grávida de Oliver. Tudo dito, O Amante de Lady Chatterley não muda muito ao adaptar o livro para a tela.

O verdadeiro significado do amante de Lady Chatterley

O Amante de Lady Chatterley tem tudo a ver com o despertar sexual e a liberdade sexual. Lady Chatterley percebe que pode ter intimidade física e emocional ao invés de ficar presa em um casamento distante e sem amor, sendo unido por padrões sociais e promessas vazias. É uma história feminista que mostra Connie recebendo prazer sexual e retomando seu poder.

O filme também é uma crítica sobre a classe social, que – invisível ou não – separa as pessoas na sociedade e determina o caráter de uma pessoa e quem ela pode amar. Isso dá aos ricos, como Clifford, uma desculpa para menosprezar os outros e tratá-los como menos do que humanos, algo que o Amante de Lady Chatterley é claramente contra.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe a gente no Google News e não perca uma matéria do nosso site.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Você pode cancelar, se desejar. Aceitar