disney-e-netflix

Disney e Netflix: Uma Nova Parceria no Horizonte do Streaming?

Em meio ao dinâmico cenário do streaming, a Disney está explorando uma potencial reconciliação com a Netflix, segundo a Variety. Após anos de licenciamento de títulos para o serviço rival, a Disney começou a consolidar seu próprio império digital com o Disney+.

No entanto, segundo informações do CEO Bob Iger, a Disney agora está considerando licenciar novamente alguns de seus títulos para a Netflix. Neste artigo, vamos explorar os detalhes dessa possível parceria e as mudanças recentes no universo do Disney+.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

Disney+ e Seu Crescimento Contínuo

O Disney+ tem sido um ponto central na estratégia da Disney para a era do streaming, oferecendo aos assinantes uma vasta biblioteca que inclui títulos da Disney, Pixar, Marvel, Star Wars, 20th Century Studios e National Geographic.

Durante um recente call de ganhos, Bob Iger destacou o sucesso de propriedades como Disney Pixar, Marvel e Star Wars no Disney+, considerando-as como “blocos de construção realmente importantes” para o futuro do serviço. No entanto, ele também surpreendeu ao mencionar a possibilidade de licenciar alguns títulos para a Netflix.

O Retorno à Netflix

O anúncio de que a Disney está explorando a ideia de licenciar títulos para a Netflix marca uma reviravolta surpreendente. Bob Iger ressaltou que, embora considerem essa opção, não envolverá as joias da coroa do Disney+, como as séries e filmes originais de Disney Pixar, Marvel e Star Wars. Essas propriedades são consideradas diferenciais cruciais para o Disney+ e não serão comprometidas apenas por ganhos financeiros imediatos.

Enquanto a Disney+ continua a crescer, recentes mudanças têm gerado controvérsias. A decisão de cancelar a sequência da série exclusiva “Willow” e o aumento de preço na camada sem anúncios foram pontos de debate entre os assinantes. No entanto, a expansão da biblioteca, a fusão do Disney+ com o Hulu e a inclusão de filmes com classificação R, como Logan e Deadpool, indicam uma estratégia multifacetada para atrair um público diversificado.

A notícia de uma possível parceria entre Disney e Netflix adiciona uma camada intrigante ao cenário competitivo do streaming. Enquanto a Disney continua a fortalecer seu próprio serviço, a exploração de acordos com a Netflix sugere uma abordagem estratégica flexível. O futuro do streaming promete ser dinâmico e repleto de surpresas à medida que as gigantes do entretenimento buscam maneiras inovadoras de conquistar e manter seus públicos. Resta aguardar para ver como essa história de parceria se desenrolará nos próximos capítulos do universo do streaming.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".