house-serie

15 curiosidades sobre a série House

"House" é uma série que conquistou o coração dos fãs com sua narrativa envolvente, personagens cativantes e enigmas médicos complexos.

A série médica “House” marcou época com seu protagonista icônico, o Dr. Gregory House, interpretado brilhantemente por Hugh Laurie. Com seu enredo intrigante, personagens complexos e diálogos afiados, a série conquistou uma base de fãs leais ao redor do mundo. Neste artigo, vamos explorar 15 curiosidades fascinantes sobre “House” que certamente surpreenderão os fãs e revelarão alguns segredos dos bastidores dessa produção televisiva de sucesso.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

15 curiosidades sobre a série House

  1. O personagem Dr. Gregory House foi inspirado pelo detetive fictício Sherlock Holmes, criado por Arthur Conan Doyle. Ambos compartilham características como genialidade, intuição afiada e personalidade peculiar.
  2. Hugh Laurie, que é britânico, teve que adotar um sotaque americano para interpretar o personagem americano Dr. House. Seu sotaque americano foi tão convincente que muitos fãs não perceberam que ele não era americano.
  3. Durante as filmagens, as injeções mostradas na série eram, na verdade, seringas com as agulhas retraídas para evitar acidentes. Os atores simulavam a aplicação, mas não havia nenhum líquido sendo injetado.
  4. A série utilizou locações reais em Princeton, Nova Jersey, para representar o fictício Hospital Princeton-Plainsboro Teaching. Isso deu autenticidade à ambientação da série.
  5. Hugh Laurie aprendeu a tocar piano especialmente para o personagem de Dr. House. Ele gravou várias cenas em que aparecia tocando piano com habilidade impressionante.
  6. A famosa frase de House “Todo mundo mente” (Everybody Lies, em inglês) se tornou um dos lemas da série e é frequentemente citada pelos fãs.
  7. A equipe de roteiristas de “House” tinha consultores médicos para garantir a precisão das informações médicas apresentadas na série.
  8. A icônica bengala que House usava na série foi ideia de Hugh Laurie. Ela foi incorporada ao personagem como um acessório que refletia a dor crônica que ele sofria.
  9. A série abordou uma ampla variedade de casos médicos, alguns dos quais foram inspirados por casos reais descritos em artigos médicos e revistas científicas.
  10. A música tema da série, “Teardrop” do Massive Attack, tornou-se uma marca registrada e criou a atmosfera melancólica e misteriosa que permeava a série.
  11. House tinha um amor peculiar por sua cadeira de escritório vermelha, que se tornou um elemento recorrente nas cenas do seu consultório.
  12. Durante a exibição da série, Hugh Laurie recebeu vários prêmios e indicações por sua interpretação como Dr. Gregory House, incluindo dois Globos de Ouro e várias indicações ao Emmy.
  13. A série contou com participações especiais de atores renomados, como James Earl Jones, Jeremy Renner, Cynthia Nixon e Joel Grey, entre outros.
  14. Para manter o suspense e o realismo, o elenco principal só recebia os roteiros dos episódios pouco tempo antes das gravações, o que mantinha a surpresa e o impacto das reviravoltas na trama.
  15. “House” recebeu críticas positivas por sua abordagem única em relação aos dramas médicos, sua representação realista da dor crônica e sua capacidade de explorar questões éticas e morais.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".