Code 8- Parte II

Code 8: Parte II – O que lembrar antes de assistir a sequência

Com a estreia marcada para 28 de fevereiro na Netflix, os fãs esperam mais reviravoltas e suspense na continuação de "Code 8".

Com a chegada de “Code 8: Parte II” à Netflix, os fãs estão ansiosos para continuar a saga de Stephen e Robbie Amell. Antes de mergulharmos na nova parte, vamos recapitular o que aconteceu no filme anterior. “Code 8” concluiu as histórias de praticamente todos os personagens enquanto preparava o terreno para uma série derivada.

Baseado em um curta de 2016, o filme trouxe de volta os escritores e diretores Jeff Chan e Chris Paré. Ambientado na fictícia Lincoln City, o mundo de “Code 8” apresenta uma realidade alternativa onde 4% da população possui superpoderes. No entanto, essas pessoas são agora vistas com preconceito e forçadas a viver à margem da sociedade.

O filme segue Connor Reed (interpretado por Robbie Amell), um humilde trabalhador da construção civil, que se vê obrigado a se envolver em atividades criminosas para cuidar de sua mãe doente. Com a capacidade de controlar eletricidade, Connor é recrutado para uma gangue liderada por Garrett (interpretado por Stephen Amell), irmão de Robbie. Conflitos de interesse e a perseguição do governo tornam a situação cada vez mais perigosa.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

Code 8: Parte II – Motivos da Traição de Sutcliffe

Ao longo do filme, Marcus Sutcliffe, chefe do crime local, trai a gangue de Garrett. Devendo dinheiro a uma misteriosa organização conhecida como The Trust, Sutcliffe planeja crimes para quitar sua dívida. Quando um grande golpe é planejado, Sutcliffe trai a gangue, levando à morte de membros importantes.

Connor culpa a ganância de Garrett pela traição de Sutcliffe, mas parece que este último teria traído a gangue de qualquer maneira. O golpe planejado oferecia uma recompensa maior do que a dívida com The Trust, e Sutcliffe viu na traição uma oportunidade para salvar seus negócios e reputação.

Plano de Vingança de Connor

Após a traição, Connor arma uma emboscada para Sutcliffe, contando com a ajuda de Garrett. Embora a polícia não tenha prendido Sutcliffe, Connor e Garrett conseguem confrontá-lo diretamente. Esta cena mostra que, apesar de ser o protagonista, Connor não é totalmente um herói, e seu desejo de vingança o coloca em confronto com a lei.

O filme termina com uma cena emocional entre Nia e seu pai na prisão. Com a morte de Sutcliffe, a dívida de Nia e seu pai é apagada, trazendo um vislumbre de esperança. Embora a maioria dos personagens tenha finais sombrios, a cena final oferece um momento de redenção e liberdade para Nia e seu pai.

Com a estreia marcada para 28 de fevereiro na Netflix, os fãs esperam mais reviravoltas e suspense na continuação de “Code 8”. O spin-off promete expandir o universo e explorar novos conflitos e alianças, mantendo os espectadores à beira de seus assentos.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".