brooklyn-nine-nine

Por Que Brooklyn Nine-Nine Deveria Ter Terminado na 5ª Temporada?

Em 2021, ‘Brooklyn Nine-Nine‘ encerrou sua jornada de oito temporadas, mas a série perdeu a chance de alcançar a perfeição ao continuar além de seu ponto final ideal. A série, co-criada por Michael Schur de ‘Parks and Recreation’, segue o detetive esperto, porém imaturo, Jake Peralta, no 99º distrito de Nova York, que é forçado a se ajustar quando um novo capitão rígido se junta à equipe. Com seu roteiro inteligente, elenco talentoso e senso de humor bobo, a série rapidamente ganhou reputação como uma das melhores sitcoms da década de 2010.

Ainda que a série tenha recebido aclamação da crítica, ela lutou para atrair a audiência que merecia. Após cinco temporadas, ‘Brooklyn Nine-Nine’ foi cancelada prematuramente pela Fox, antes de ser ressuscitada pela NBC para mais três temporadas. Embora a série merecesse terminar em seus próprios termos, um plano de cinco temporadas poderia ter sido o desfecho ideal. Vamos explorar como a série concluindo na 5ª temporada poderia ter beneficiado seu legado.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

Temporada 5: O Ponto Ideal de Encerramento

brooklyn-nine-nine
Imagem: Netflix | Edição: Minha Série Favorita

Embora as três temporadas pós-cancelamento na NBC não sejam de forma alguma ruins, havia uma sensação definitiva de que a série estava começando a perder o fôlego. A 6ª temporada é razoavelmente forte, com vários episódios explorando a narrativa de maneiras interessantes. No entanto, o grande número de episódios que se afastam da estrutura tradicional da sitcom sinaliza que a série havia perdido a fé no desenvolvimento linear tradicional, já que não havia mais para onde seus personagens irem.

A 7ª temporada mostra uma queda clara na qualidade, e a 8ª ainda mais. É louvável que os roteiristas de ‘Brooklyn Nine-Nine’ tenham optado por descartar seus scripts originais para a 8ª temporada e começar do zero, entregando uma temporada mais politicamente engajada após o assassinato de George Floyd.

No entanto, a temporada final mais sombria entra em contradição com o restante da série, e é marcada pela clara sensação de que os roteiristas estavam lutando para justificar sua continuação. Uma vez mais, os episódios não têm um rumo definido, ainda sobrecarregados pela consciência de que a maioria dos personagens já havia alcançado seus objetivos até a 5ª temporada.

O Desfecho Ideal: Como a 5ª Temporada Poderia Ter Concluído a Série?

‘Brooklyn Nine-Nine’ poderia ter encerrado sua trajetória em alta com a 5ª temporada. A maioria dos melhores episódios da série ocorre dentro das primeiras cinco temporadas, então o público não teria perdido muito. De fato, a 5ª temporada vê a conclusão efetiva da maior pergunta feita no episódio piloto da série: Jake e Amy ficarão juntos? A maioria dos outros personagens também já alcançou pontos finais satisfatórios em suas jornadas.

Tudo o que restaria é a ambição de toda a vida do Capitão Holt de se tornar comissário do NYPD, uma missão que é o principal enredo da temporada 5 e termina em um cliffhanger. Frustrantemente, o show resolve o cliffhanger ao fazer com que Holt perca a posição, adiando a satisfação por mais três temporadas. Se os roteiristas simplesmente tivessem resolvido o arco de Holt, permitindo que ele se tornasse comissário no final da 5ª temporada, a série poderia ter terminado em um ponto mais alto.

A Conclusão Certa para uma Série Querida

Quando ‘Brooklyn Nine-Nine’ finalmente alcança seu desfecho na temporada 8, os roteiristas tentam enriquecer o episódio com nostalgia e trazer de volta o entusiasmo que tornou as primeiras temporadas ótimas. No entanto, o entusiasmo encenado do episódio parece insincero após uma temporada final sombria e, em alguns momentos, cai na própria melancolia.

Também luta para oferecer desfechos de personagens que parecem significativos. A 5ª temporada teria permitido que a série terminasse em seu auge, com pontos finais orgânicos para seus personagens, sem o fardo da reavaliação política que logo mudaria a visão geral dos programas policiais.

Embora seja extremamente raro para as sitcoms terminarem onde deveriam, é reconfortante lembrar que uma conclusão satisfatória para a maioria das histórias de ‘Brooklyn Nine-Nine’ existe, mesmo que não tenha acontecido no final.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".