bird-box_barcelona-final

Bird Box Barcelona Final explicado: há cura?

Cinco anos após o estrondoso sucesso de “Bird Box”, o mundo da Netflix está pronto para mais um capítulo sombrio na franquia de terror. “Bird Box Barcelona” apresenta um grupo de sobreviventes tentando sobreviver num mundo pós-apocalíptico assustador, enquanto são caçados por criaturas capazes de induzir o suicídio em quem ousa olhá-las. Esta sequência, ainda que ambientada no mesmo universo do filme protagonizado por Sandra Bullock, segue uma trama única, com cenário e personagens diferentes.

‘Bird Box Barcelona’: Um Universo Familiar com uma Nova Perspectiva

“Bird Box Barcelona” transporta os espectadores para as ruas de uma das maiores cidades da Espanha. Com o pano de fundo urbano, o spin-off consegue intensificar a sensação de paranoia enquanto revela a história de Sebastián (interpretado por Mario Casas), um pai disposto a tudo para se reunir com sua filha, Anna (Alejandra Howard). Na jornada para protegê-la, ele chega ao ponto de auxiliar as temidas criaturas para eliminar os outros sobreviventes. Agora que o filme foi lançado, é hora de mergulhar em suas reviravoltas e no desenrolar de seu enredo.

O Surgimento das Criaturas em ‘Bird Box Barcelona’

No universo de Bird Box, criaturas misteriosas aparecem e desencadeiam uma onda de suicídios ao redor do mundo. Algumas pessoas, no entanto, tornam-se “videntes” após o contato visual com essas entidades, imunes aos impulsos suicidas mas levadas à beira da insanidade. Esses indivíduos, impulsionados pela visão das criaturas, têm como único objetivo forçar outros seres humanos a olhar para elas.

Sebastián, antes engenheiro em uma companhia de eletricidade, vivencia de perto o caos instaurado pelas criaturas. Após resgatar sua filha Anna de um colégio católico, o personagem percebe que o sacerdote do lugar torna-se um vidente e passa a liderar um grupo de seguidores cuja missão é arrastar os sobreviventes para as ruas, forçando-os a olhar para as criaturas.

O Destino de Anna em ‘Bird Box Barcelona’

Sebastián e Anna conseguem permanecer escondidos por algum tempo, até que a luz de um bolo de aniversário chama a atenção dos videntes. No desenrolar da história, Sebastián também se torna um vidente e, a partir de visões de sua filha falecida, passa a acreditar que as criaturas estão na Terra para libertar as almas humanas da dor. Acredita ainda que forçando outras pessoas a “verem a luz”, poderá se encontrar novamente com sua esposa e filha no paraíso.

A Mudança de Sebastián e a Jornada para o Castelo de Montjuïc

Ao longo do filme, Sebastián infiltra-se em um grupo de sobreviventes, buscando a oportunidade perfeita para fazê-los ver os “anjos”. Porém, ao conviver com os sobreviventes e perceber a habilidade das criaturas de explorar o trauma pessoal de cada um, ele começa a questionar suas visões. A presença de Sofia (Naila Schuberth), uma menina alemã que lembra Sebastián de Anna, o faz entender que deve ajudar os vivos, ao invés de seguir promessas vazias de vida eterna.

O Desfecho de ‘Bird Box Barcelona’

Ao chegarem ao teleférico que leva ao castelo, Sebastián se sacrifica para afastar os videntes, permitindo que Claire (Georgina Campbell) e Sofia alcancem o castelo. Mesmo sabendo que a fortaleza possa não ser tão segura quanto imaginam, as sobreviventes conseguem escapar, o que indica um final agridoce para a história.

Haverá uma sequência para ‘Bird Box Barcelona’?

Depois que chegam ao castelo, Claire e Sofia percebem que a fortaleza está sendo usada para cultivar alimentos e manter as pessoas em segurança. Sofia também se reencontra com sua mãe, que, afinal, sobreviveu. Claire é levada para uma sala de interrogatório, pois os oficiais do castelo querem ter certeza de que ela não é uma das videntes. É uma medida razoável, mas quando um médico chega para tirar o sangue de Claire, ela percebe que algo mais está acontecendo.

Na verdade, o castelo é usado para realizar experimentos e estudar a misteriosa doença. Como o médico conta a Claire, uma cura pode estar escondida no sangue dos videntes, já que parece que todo vidente teve seu DNA alterado pelo trauma ou luto. Então, uma vez que essas pessoas são imunes ao efeito suicida de encarar uma criatura, as pessoas do castelo estão tentando desenvolver uma vacina. Embora tudo possa parecer que a humanidade tem esperanças para o futuro, os estudos científicos no castelo só são possíveis porque eles capturaram uma criatura.

Antes do filme terminar, cientistas enviam uma gaiola com ratos para uma câmara escura, onde a criatura está sendo mantida. Enquanto isso, um vidente amarrado a uma cama implora para ver a criatura enquanto as pessoas coletam amostras de seu sangue. Manter uma criatura presa tão perto de um dos últimos assentamentos humanos na Terra é perigoso. E mais cedo ou mais tarde, essa escolha pode levar a uma tragédia, esperançosamente em outra sequência cheia de horror que continua explorando a mitologia das criaturas.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".