big-vape

Big Vape: Netflix lança doc polêmico sobre a Indústria do Tabaco

A Netflix está novamente no centro das atenções com o lançamento do documentário “Big Vape” (2023). Em suma, o doc aborda uma das inovações mais impactantes da história recente: o cigarro eletrônico. Esta minissérie promete revelar os bastidores da criação desse dispositivo revolucionário e sua rápida ascensão global.

Imagem: Netflix | Edição: Minha Série Favorita

O filme destaca a jornada da Juul, uma startup que desempenhou um papel crucial na criação do visual atual dos cigarros eletrônicos. Fundada por dois universitários norte-americanos, a Juul transformou o mercado ao oferecer uma alternativa aparentemente menos prejudicial ao tabaco convencional.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

A Epidemia do Vape: Consequências Inesperadas

O sucesso estrondoso da Juul, avaliada em incríveis US$ 38 bilhões em 2018, foi seguido por uma epidemia que chocou a sociedade. O uso desenfreado e desregulado dos dispositivos por jovens levou a um aumento alarmante de doenças associadas ao vape, mudando radicalmente o curso da história da indústria do tabaco.

Embora os fundadores da Juul tenham optado por não participar do documentário, o filme traz uma gama de perspectivas. Desde funcionários e investidores da empresa até jornalistas que acompanharam de perto o caso, além de adolescentes que se tornaram usuários frequentes do vape, as diversas vozes fornecem um panorama completo dessa revolução controversa.

Reflexões sobre o Poder das Inovações Tecnológicas

O documentário “Big Vape” nos lembra do poder transformador das inovações tecnológicas e de como essas mudanças podem ter consequências imprevisíveis. A ascensão meteórica da Juul e a subsequente crise de saúde pública destacam a necessidade de regulamentações rigorosas e um entendimento mais profundo das complexidades por trás das novas tecnologias.

Em sua essência, o Big Vape não é apenas uma história sobre cigarros eletrônicos, mas também uma reflexão sobre o impacto profundo que a tecnologia pode ter em nossas vidas e na sociedade como um todo. Portanto, assistir a esta minissérie não é apenas uma jornada informativa, mas também uma oportunidade de aprendizado e reflexão sobre o mundo em constante evolução em que vivemos.

Por fim, vale destacar que o doc estreou nesta quarta-feira (11) na Netflix.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".