As Garotas do Ônibus

A Verdade Nua e Crua sobre o Poder: ‘As Garotas do Ônibus’ Provoca Reflexões e Quebra Tabus

Se você é fã de séries sobre jornalismo, política e dramas, "As Garotas do Ônibus: Jornalistas de Campanha" é a aposta certa!

A nova série original da Max, “As Garotas do Ônibus: Jornalistas de Campanha“, conta a história de um grupo de jornalistas mulheres que acompanham as campanhas presidenciais. Liderado por Melissa Benoist (Supergirl) em seu primeiro grande papel na televisão desde o fim da série da heroína, o elenco de “As Garotas do Ônibus” inclui também Carla Gugino, Natasha Behnam e Christina Elmore.

A série apresenta fortes personagens na forma de candidatos presidenciais, outros jornalistas, e outras pessoas importantes na vida das protagonistas. Embora seja sobre jornalismo, “As Garotas do Ônibus” também foca nas questões que as personagens enfrentam dentro e fora do trabalho.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

Sinopse Oficial de As Garotas do Ônibus

“A história se concentra em Sadie McCarthy (Melissa Benoist), uma jornalista romântica que idealiza uma era passada da reportagem de campanha e arrisca tudo para cobrir um candidato presidencial para um jornal de renome. Sadie se junta ao ‘ônibus’ e eventualmente cria laços com três concorrentes: Grace (Carla Gugino), Lola (Natasha Behnam) e Kimberlyn (Christina Elmore). Apesar de suas diferenças, as mulheres se tornam uma família encontrada, com um lugar privilegiado na maior batalha política do planeta: a corrida pela Casa Branca.”

As Mentes por Trás de “As Garotas do Ônibus”

  • Julie Plec: Co-criadora e produtora executiva conhecida pelo império das séries vampirescas de “The Vampire Diaries”.
  • Greg Berlanti e Sarah Schechter: Produtores executivos com ampla experiência em séries de sucesso.
  • Melissa Benoist: A atriz também atua como produtora executiva.
  • Rina Mimoun: Showrunner com experiência em séries dramáticas como “Dawson’s Creek”.
  • Abby Phillip: Correspondente da CNN que atuou como consultora, garantindo o realismo da série.

As Garotas do Ônibus e a inspiração no Livro de Amy Chozick

As Garotas do Ônibus” é inspirada no livro de memórias de Amy Chozick, “Chasing Hillary”, lançado em 2018. A obra narra as experiências de Chozick acompanhando as campanhas presidenciais de Hillary Clinton em 2008 e 2016. Chozick é também co-criadora da série, e os personagens e a história são baseados em sua trajetória na política.

Além da obra de Chozick, “As Garotas do Ônibus” presta uma homenagem ao famoso livro “The Boys on the Bus” (1973), de Timothy Crouse. O livro retrata um grupo de repórteres acompanhando a eleição presidencial norte-americana de 1972 e inclui um perfil de Hunter S. Thompson, o criador do jornalismo Gonzo (onde o jornalista é parte central da história). Thompson (P.J. Sosko), aparece em “As Garotas do Ônibus” sob a forma de um conselheiro imaginário da personagem principal.

Mudanças Criativas em Relação à História Real

Embora se baseie na obra de Chozick, “As Garotas do Ônibus” adota algumas liberdades criativas, como:

  • Personagens fictícios: Com exceção de Hunter S. Thompson, todos os personagens e a própria campanha retratada na série são fictícios, o que permite aos produtores dramatizar e criar novas histórias.
  • Inspiração, não imitação: Mesmo que alguns paralelos possam ser traçados com figuras e eventos reais, a série oferece uma visão original e dramatizada do trabalho dos jornalistas na cobertura de campanhas.

Por fim, vale ressaltar que a série As Garotas do Ônibus está disponível no serviço de streaming Max.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".