a-Cor-de_um_crime

A Cor de um Crime: O filme é baseado em uma história real?

Será que a história de suspense que ronda A Cor De Um Crime, se baseia em uma história real? Ou é apenas ficção?

O filme A Cor de um Crime é um drama criminal de 2006 que conta a história de uma mãe desesperada. Em suma, ela afirma que seu carro foi roubado com seu filho dentro em um bairro afro-americano deprimido, causando uma grande comoção na comunidade.

O detetive Lorenzo Council é encarregado do caso e descobre uma rede complexa de segredos, mentiras e racismo que levam a um final surpreendente. Mas a pergunta é: será que o filme A Cor de um Crime se baseia em fatos reais? Descubra a seguir, todos os detalhes sobre a produção.

+ Quer ganhar um teste de até 1 MÊS GRÁTIS DE STREAMING? Clique Aqui e aproveite!

A Cor de um Crime: O filme é baseado em uma história real?

A resposta é não. O filme é uma obra de ficção baseada no livro de mesmo nome do autor Richard Price, que também escreveu o roteiro do filme. O livro e o filme são uma reflexão sobre a tensão racial nos Estados Unidos e as consequências da violência urbana.

A história é ambientada em um bairro fictício chamado “Dempsey”, que foi modelado a partir de bairros reais em cidades como Nova York e Newark. No entanto, as personagens e eventos são puramente fictícios, e não há relatos de um incidente semelhante ao apresentado no filme.

Embora A Cor de um Crime não seja baseado em fatos reais, é importante notar que a violência urbana e o racismo são problemas reais que afetam o mundo todo. O filme é uma reflexão sobre essas questões e uma tentativa de examinar como elas afetam a vida das pessoas.

Sendo assim, o filme A Cor de um Crime é uma obra de ficção baseada no livro de Richard Price e não é baseado em fatos reais. No entanto, é uma reflexão sobre problemas reais, como a violência urbana e o racismo, que continuam a afetar muitas comunidades nos Estados Unidos.

Gostou do nosso conteúdo? Acompanhe-nos no Google News e não perca nenhuma notícia.

Magui Schneider

Magui Schneider

Bacharel em Psicologia pela Faculdade IENH; especialista em Saúde Mental e Atenção Psicossocial pela Universidade Estácio de Sá.

Fã de filmes e séries investigativos, suspense psicológico, comédias, dramas e ação.

Minhas séries favoritas são La Casa de Papel, The Sinner, Sense8, Stranger Things, O Mundo Sombrio de Sabrina, Black Mirror, Lúcifer, Orange Is The New Black, Vis a Vis, Desejo Sombrio, Três Vidas, entre outras.

Já meus filmes favoritos são Jurassik Park, Bird Box, O Limite da Traição, Imperdoável, entre outros.
Amo os filmes de ação com The Rock.

Para relaxar, gosto de uma boa comédia pastelão, incluindo As Branquelas e Os Farofeiros. E como fã incondicional de Paulo Gustavo, sou muito fã de todos os filmes "Minha Mãe é uma Peça".