Teoria Coringa | Seria Arthur Fleck o verdadeiro?

Coringa, protagonizado por Joaquin Phoenix e dirigido por Todd Phillips, é considerado um dos melhores filmes do ano. A trama que provocou e encantou o público com seu aspecto violento e sombrio trouxe uma nova visão para a origem do vilão. Mas… será? Várias pessoas já teorizam que o filme criará alguma conexão com o filme do Batman dirigido por Matt Reeves. Mas como funcionaria isso? Afinal, o Coringa do Joaquin Phoenix já é alguém muito mais velho que o Bruce Wayne. Seria isso possível? Uma possível resposta eu posso trazer aqui com a: Teoria Coringa. Todd Phillips afirmou em uma entrevista que Arthur Fleck pode não ser o verdadeiro Coringa. O que nos leva a algumas conclusões ou questionamentos.

O Que Foi Dito Por Todd Phillips?

Todd Phillips | Teoria Coringa

Durante uma entrevista ao Cinema Blend, o diretor Todd Phillips falou sobre a possibilidade de Arthur Fleck não ser o Coringa. Isso levanta muitas questões que podemos discutir a seguir. Mas, primeiro, confira o que foi dito pelo diretor:

“Há diversos jeitos de se entender o filme. Ele talvez não seja o Coringa. Esta é apenas uma versão de uma origem do Coringa. É apenas a versão deste cara que está contando a história de uma sala de uma instituição de saúde mental. Não sei se ele é o narrador mais confiável do mundo, entende o que quero dizer?”

A Teoria Coringa

Coringa - Teoria Coringa

Bom, minha teoria traz duas possibilidades de um futuro para o personagem. Ou, pelo menos, alguma explicação ao que foi mostrado no filme, em concordância com o que foi dito pelo diretor. A mais comum, e mais fácil de entender, seria que o Coringa do Arthur Fleck, na verdade, foi apenas uma pessoa que motivou a existência de um outro Coringa, este sim, vilão e inimigo do Morcegão. Entretanto, essa teoria ignoraria a relação que foi criada entre Fleck e a família Wayne. De qualquer forma, tudo é possível, afinal de contas, nada garante que essa ligação realmente exista. Isso porque, descobrimos ao final do filme que muitas coisas, como o relacionamento dele com a vizinha Sophie.

E isto nos leva a segunda possibilidade. O fato de Arthur Fleck alucinar e imaginar coisas pode indicar que absolutamente nada daquilo aconteceu, com exceção da cena final do filme, durante sua sessão de terapia. Pois bem, pode ser que toda a relação com a família Wayne, a criação do personagem Coringa, a rebelião nas ruas,  fossem apenas coisas da cabeça de Arthur.

Mas e você? Acha concorda com a Teoria Coringa? O que você achou dela? Concorda ou discorda? Então comenta! 😀
Comentários
Carregando...