Jordan Peele não quer protagonistas brancos em seus filmes

O cineasta Jordan Peele desde sua primeira obra demonstrou-se muito ativo em causas sociais. Sobretudo na causa negra. Seu primeiro e premiado filme Get Out! (Corra!) fala sobre o racismo de uma forma impactante e envolvente em um thriller de tirar o fôlego. Isso chamou muito a atenção dos cinéfilos de plantão. Isso porque, a qualidade técnica do diretor é simplesmente fantástica. Recentemente ele lançou o filme Us (Nós) que também conta com protagonistas negros. “Mas por que isso é relevante?” Bom, além do fato de reafirmar quão dedicado Peele é sobre a causa, também constata uma fala do cineasta.

Durante uma sessão de perguntas e respostas no evento Upright Citizens Brigade Theatre em Nova Iorque, o cineasta falou sobre o assunto. Para ser mais exato, ele explanou sobre para uma boa quantia de estudantes. Ele ainda brincou sobre sua decisão: “Não que eu não goste de caras brancos. Mas eu já vi muitos filmes assim antes”.

Mas ainda completou:

“Eu consigo contratar pessoas negras para meus filmes. Eu me sinto numa posição de privilégio por poder dizer à Universal que quero fazer um filme de terror que custa US$ 20 milhões e tem uma família negra como protagonistas. E os investidores falarem sim.”

Corra!

Segundo o The Hollywood Reporter, Jordan ainda analisou a conjuntura atual do cinema mundial. Para Peele, o mito da representação foi quebrado diversas vezes em Hollywood por sucessos como Pantera Negra, Corra! e Mulher-Maravilha. “Uma renascença aconteceu e provou que os mitos sobre representação nessa indústria são falsos”, afirmou ele.

Mas o que você achou da afirmação do cineasta? Concorda? Discorda? Então, comenta aí embaixo a sua opinião! 😀

Comentários
Carregando...