F1 dirigir para Viver: As 5 Melhores Curiosidades Da Série!

Se você gosta de Formula 1 deve ter amado a nova série documental da Netlfix, pois bem F1 Dirigir para Viver possui 10 episódios na sua primeira temporada e você deve lembrar como eles foram eletrizantes! A série se baseia nas histórias da temporada de 2018, então listamos aqui 5 curiosidades desta que esta sendo aclamada pela crítica mundialmente, então aperte os cintos que vamos dar a nossa largada!

1. F1 Dirigir para Viver foi produzida pelo mesmo produtor de Senna

Sim, isso mesmo! O produtor foi James Gay-Rees, o mesmo do documentário “Senna: O Brasileiro, O Herói, O Campeão” que conta a incrível historia do nosso grande CAMPEÃO Ayrton Senna.

2. Nada de backstage

A produção do documentário não pode filmar e nem ao menos entrar nas garagens e áreas exclusivas das duas principais equipes, permissão que foi concedida por todas as outras equipes, o motivo da não aprovação da filmagem foi que isso acarretaria na redução de foco das equipes que em 2018 travaram uma incrível guerra no mundial de pilotos e construtores, uma grande pena!

F1 Dirigir para Viver

3. Algo inédito aconteceu

Quem acompanha Fórmula 1 deve ter estranhado uma série totalmente moderna e bem construída, isso se deve a uma parceria feita com a Netflix e trata de um esforço da Liberty Media, a nova dona da F1 para a Fórmula 1 ser mais valorizada mundialmente e está dando certo.

4. Mercedes em 2020

O chefe da Mercedes, o todo poderoso Toto Wolf disse recentemente que assistiu a série e gostou muito, ele considera fortemente que a Mercedes possa participar em 2019, o que seria uma “Distração necessária”, pois acarretaria em uma maior publicidade da marca e de seus patrocinadores, Tomara!

Mais curiosidades? Leia Também: As Melhores Curiosidades De Os Simpsons

5. F1 dirigir para Viver Praticamente confirmada em 2020

Com a afirmação do todo poderoso Toto Wolf e a boa recepção da série mundialmente, a Netflix praticamente já confirmou a série em 2020, aliás as gravações já começaram no GP da Austrália, que por sinal a Haas continuou com seus erros sérios de pit stop. Quem já assistiu a série sabe que erros foram estes, então fortes emoções estarão reservadas para 2020.

Gostou da matéria? Comente!

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Você pode cancelar, se desejar. Aceitar