James Gunn voltou para a Marvel, e aí?

James Gunn, após a enorme polêmica em que se envolveu, foi demitido da Disney e, por consequência, da Marvel Studios. Mas a carreira dele não foi por água abaixo devido a isto. Isso porque a DC Entertainment, juntamente com a Warner, contratou o cineasta logo em seguida. Gunn assinou com a Warner para dirigir o segundo filme de Esquadrão Suicida. A intenção é realizar um reboot do primeiro filme, já que o longa foi tão criticado. Contudo, as coisas parecem ter mudado um pouco e a Marvel acabou recontratando Gunn para dirigir Os Guardiões da Galáxia Vol. 3.

O próprio James Gunn fez esse anúncio em seu Twitter. O cineasta mostrou-se extremamente grato por retornar à Casa das Ideias. Confira:

“Eu sou tremendamente grato a cada pessoa aí fora que me apoiou durante estes meses passados. Eu estou sempre aprendendo e continuarei a trabalhar para ser o melhor ser humano que posso ser. Eu admiro profundamente a decisão da Disney e estou muito empolgado para continuar fazendo filmes que exploram os laços de amor que nos rodeiam. Eu sou incrivelmente feliz com seu amor e suporte. Do fundo do meu coração, obrigado. Amo todos vocês.”

Pois é, toda essa história é um pouco confusa ainda, entretanto, aconteceu e, por este motivo, precisamos refletir um pouco sobre como serão as coisas a partir de agora. James Gunn irá, sim, dirigir Esquadrão Suicida 2, nada foi alterado a respeito disso. Inclusive, o próprio cineasta adicionou uma cláusula no contrato afirmando que só trabalharia em Guardiões da Galáxia, quando acabasse com Esquadrão Suicida. Mas será que a Warner ficou feliz com isso? Provavelmente não e, por isso, alguns fãs especulam que o estúdio irá diminuir o poder de Gunn na DC. Afinal de contas, ele fará um filme e retornará para a empresa concorrente.

Mas e você? O que acha deste retorno do James Gunn? Quais consequências você visualiza? Comente! 😀

Comentários
Carregando...